buscar
por

Trabalho acadêmico leva estudantes de engenharia para competição nacional

Foram os próprios alunos dos cursos de Engenharia Mecânica, Elétrica, Produção, Controle e Automação da FAESA que tomaram a iniciativa de se organizarem para participarem de competições que lhes renderia capacidade profissional durante o período de formação Acadêmica no começo de 2011. Hoje o grupo conta com a participação de 21 alunos dos cursos citados e cada um atua dentro das áreas de marketing, transmissão, elétrica, suspensão, chassis, direção e freio para produzir o protótipo de um carro off road, o mini-baja que será apresentado na próxima competição. Além do aprendizado e representar a instituição, eles também participam de Baja SAE Brasil, que consiste em uma avaliação comparativa dos projetos de engenharia apresentados por todas as instituições participantes.

Orientados pelos professores, Newton Valladão Júnior e Pablo Altoé Amorim, os alunos ainda buscam recursos materiais, como aço, ferramentas e dinheiro para desenvolverem os projetos e participarem das competições.

Allan Cypriano Doelinger, capitão da equipe considera que a interação e troca de conhecimentos é o melhor da competição. Para ele conversar com outras equipes e observar as novidades é o segredo para aperfeiçoar o trabalho que realizam.

A equipe participou de duas competições regionais e está se preparando para a segunda nacional. O evento acontece de 5 a 8 de março de 2015, em Piracicaba, São Paulo. Os estudantes apresentarão o segundo protótipo construído na faculdade.

A grande expectativa deste ano para Valladão é colocar, pela primeira vez, o carro na prova de enduro, qualificada por ele como a mais difícil. 

CONDIÇÕES PARA PARTICIPAR
Para compor a equipe, os alunos de qualquer período dos cursos de engenharia da FAESA passam por um processo seletivo, que acontece ao final de cada torneio e é dividido em duas partes: 1- uma prova escrita sobre o regulamento da competição BAJA SAE, 2- entrevista com a comissão julgadora, que elege os integrantes do projeto vigente.

editor1

Arquidiocese

Fundada em 1958 e abrangendo 15 municípios do Estado do Espírito Santo conta com 73 paróquias. Desde 2004 D. Luiz Mancilha Vilela é o arcebispo da arquidiocese.

Mais posts do autor

COMENTÁRIOS