buscar
por

The Family, a democracia ameaçada

A minissérie documentário The Family começou a ser exibida pela Netflix no mês de agosto e tem chamado muito a atenção, pois representa uma organização que tem por objetivo fundir Estado e Igreja. Este grupo chamado de “Família” ou “Confraria” estaria presente em todo o mundo influenciando eleições nos diversos países, usando mecanismos que distorcem a Palavra de Deus. O grupo enaltece os valores cristãos instrumentalizados pelo poder político e assim todo candidato que tiver seu apoio será apresentado como homem de Deus, como enviado do Altíssimo.

Mostra a defesa dos valores cristãos e um projeto de se colocar Jesus Cristo acima de tudo, inclusive da própria vida. O Estado pode ser laico, mas o exercício do poder político far-se-á pelo viés religioso do governante. E nos instiga ainda mais mostrando as diversas relações de líderes políticos com esta missão restauradora.

A Bíblia cristã está sendo usada de maneira errada e reduzida aos Evangelhos e Atos dos Embaixadores. Utiliza-se da Palavra de Deus de maneira distorcida, enganando as pessoas com menos instrução religiosa. Ao mesmo tempo, sacraliza o lugar do poder e o torna apto a servir de caminho nas trevas para a sociedade. A leitura é fundamentalista, feita em grupo sem nenhum guia teológico.

Misturam-se as funções religiosa e política sem nenhum limite. Os presidentes eleitos e apoiados por esta organização são abençoados por orações de seus aliados. A política vai deixando de lado, e de maneira invisível, a defesa de um Estado democrático que inclua todos os cidadãos.

O Diretor da minissérie utilizou-se do trabalho de jornalistas investigativos e, desta forma, torna-se um documentário e não apenas uma ficção do tipo “teoria da conspiração”.

São cinco episódios e merecem nossa atenção e reflexão sobre esta temática que ronda nosso dia a dia; vivemos tempos complexos. Vale a pena assistir.

Edebrande Cavalieri
Doutor em Ciências da Religião

 

editor1

Arquidiocese

Fundada em 1958 e abrangendo 15 municípios do Estado do Espírito Santo conta com 73 paróquias. Desde 2004 D. Luiz Mancilha Vilela é o arcebispo da arquidiocese.

Mais posts do autor

COMENTÁRIOS