buscar
por

João Batista, o último profeta do antigo testamento

Zacarias e Isabel, os pais agraciados do grande profeta João Batista, contribuíram para o encerramento daquilo que era “Figura e Profecia” da Realidade ou a Realização das Promessas feitas a Abraão.

Para o casal idoso não havia mais esperança de gerar um filho. Certo dia Zacarias estava no Templo prestes a prestar o serviço sacerdotal, pois era sacerdote. “Apareceu-lhe, então, um Anjo do Senhor, em pé, à direita do altar do perfume. Vendo-o Zacarias ficou perturbado e o temor assaltou-o. Mas o Anjo disse-lhe: “Não temas Zacarias, porque foi ouvida a tua oração: Isabel, tua mulher, vai dar-te um filho, e tu o chamarás de João. Ele será para ti motivo de gozo e alegria, e muitos se alegrarão com o seu nascimento; porque será grande diante do Senhor e não beberá vinho nem licor, e desde o ventre de sua mãe será cheio do Espírito Santo [...]. Zacarias perguntou ao Anjo: “Como terei certeza disso? Pois sou velho e minha mulher é de idade avançada”. O Anjo respondeu-lhe: Eu sou Gabriel, que assisto diante de Deus, e fui enviado para te falar e te trazer esta feliz nova. Eis que ficarás mudo e não poderás falar até o dia em que estas coisas acontecerem, visto que não deste crédito às minhas palavras, que se hão de cumprir a seu tempo” (Mt 1,11-20).

Amigo discípulo do Senhor, esta é a nossa Escola: Crer na Palavra de Deus! Jamais poderemos esquecer-nos esta Verdade! É o que nos basta: Crer na Palavra de Deus! Grave isto em seu coração de discípulo!

Isabel acreditou. “Algum tempo depois Isabel, sua mulher concebeu; e por cinco meses se ocultava dizendo: “Eis a graça que o Senhor me fez, quando lançou os olhos sobre mim para tirar o meu opróbrio dentre os homens”(Mt 1,24-25).

Nasce o filho gerado pelo casal idoso, cuja alegria superava toda a tristeza e vergonha do casal perante a sociedade de seu tempo.

Da fé na Palavra de Deus surge uma profunda gratidão! Fé e Gratidão! Ponto de partida para o discípulo e discípula, ambos missionários!

Acredito, também, que a mãe discípula tem muito a aprender de Isabel. Imaginemos a alegria desta mãe! Imagine como bate o coração deste homem que duvidou? Imagine a gratidão deste casal! O discípulo, a discípula não podem perder a esperança! Quem crê não perde a esperança.

E, ZACARIAS? Do coração deste homem brota um hino de gratidão: “Bendito seja o Senhor Deus de Israel, porque visitou e resgatou o seu povo… E tu menino, serás chamado profeta do Altíssimo, porque precederás o Senhor e lhe prepararás o caminho (Lc 1,68…,76-79).

A fé e a gratidão levam o discípulo e a discípula à coragem da proclamação do Amor Misericordioso do Pai! “o menino foi crescendo e fortificava-se em espírito e viveu nos desertos até o dia em que se apresentou diante de Israel” (Lc 1,80).

Dom Luiz Mancilha Vilela, sscc
Arcebispo emérito

 

editor1

Arquidiocese

Fundada em 1958 e abrangendo 15 municípios do Estado do Espírito Santo conta com 73 paróquias. Desde 2004 D. Luiz Mancilha Vilela é o arcebispo da arquidiocese.

Mais posts do autor

COMENTÁRIOS