buscar
por

É realmente necessário dormir 8 horas por noite?

ECONOMIA
Orlando Caliman 
Mestre em economia

O que são os paraísos fiscais?
Fazendo analogia, o paraíso fiscal seria paraíso do dinheiro. São territórios, a maioria deles constituídos por ilhas, que servem de abrigo para recursos financeiros (dinheiro), na sua maioria praticamente isentos de incidência de tributos. São também muito usados como guarda de dinheiros sem origem declarada, em grande parte fruto de operações consideradas ilícitas ou também proveniente de corrupção. Também servem para operações que envolvem o mercado de armamentos bélicos e narcotráfico. No fundo, pessoas e empresas buscam esses “paraísos” para fugir do fisco – cobrança de impostos – nos países de origem. Nesses territórios é facilitada a criação de empresas, muitas delas chamadas de “gaveta” ou virtuais, sem contar com um endereço físico. Em muitos casos as operações são feitas através de “trust”, instituição que presta serviço de guarda do dinheiro ocultando o verdadeiro dono. É o caso do Eduardo Cunha com a sua conta na Suíça, como também de tantos outros envolvidos na operação Lava-Jato. Os “trustes” não revelam o nome dos verdadeiros proprietários do dinheiro. Na verdade, é possível abrir uma empresa nesses paraísos, também chamada de empresa “offshore”, praticamente sem ter que sair de casa. Tudo lá é mais barato para se movimentar o dinheiro, além da blindagem contra incursões de fiscalização. No Brasil, nos últimos anos, virou moda abrir offshores e contratar “trust” para esconder dinheiro.

 

EDUCAÇÃO
Izis Gonçalves 
Professora Aposentada. Atutou como secretária do CEEJA por mais de 30 anos.

Para que serve a EJA?
 A Educação de Jovens e Adultos é uma modalidade de ensino para atender jovens e adultos que não tiveram a oportunidade de estudar na idade própria. Existe EJA em escolas regulares, onde o aluno conclui o ensino fundamental ou médio em 2 anos e as aulas são presenciais e em Centros Estaduais de Educação Jovens e Adultos (CEEJAS) na modalidade de Instrução Personalizada (ensino individual), através de módulos e o aluno conclui de acordo com o seu ritmo próprio. O estudo é feito por disciplinas. A outra modalidade são os Exames Gerais aplicados pela SEDU uma vez por ano e se o candidato alcançar a média 60 (sessenta) conclui o ensino fundamental ou médio em dois finais de semana. A idade mínima para cursar a EJA, de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, é de 15 anos para o ensino fundamental e 18 anos para o ensino médio. O estudo nos CEEJAS são semi presencias (não exige frequência), ficando a critério de cada aluno.

 

Os conteúdos programáticos são os mesmos das escolas regulares?
Os conteúdos programáticos e as disciplinas acompanham os currículos da Escola Regular, com algumas variações na carga horária. Não há diferença por ser EJA. O que acontece é que os conteúdos do Ensino Fundamental ou Médio são divididos em módulos e nas escolas regulares em etapas.

 

QUALIDADE DO SONO
Dr. Sérgio Barros
Especialista em Medicina do Sono

É realmente necessário dormir 8 horas por noite?
O tempo médio de sono desejável é em torno de 7/8 h a cada período de 24h, sendo que existe um número muito pequeno de pessoas que dormem menos de 5 h e se sentem bem, e outras pessoas que necessitam de 9 h ou mais de sono, entretanto essa é uma situação de exceção. É importante ressaltar que existem vários trabalhos científicos que demonstram um risco aumentado de complicações de doenças cardiovasculares e cerebrais para as pessoas que dormem pouco ou muito, sendo que se alguém se encaixar nesse perfil deve buscar orientação com um especialista em Medicina do Sono para ajudá-lo na avaliação dessa situação de risco. É importante frisar que uma das maiores preocupações atuais da Medicina do Sono é com as consequências dos quadros de Privação de Sono na Qualidade de Vida das pessoas, e o depoimento de boa parte dessas pessoas é dizer: “durmo 5 h/dia e me sinto muito bem!”. E isso é um grande e perigoso equívoco.

 

O que caracteriza dormir bem?
Dormir BEM é ao acordar, sentir-se disposto, bem-humorado, com vontade de tomar um bom café da manhã, não estar irritado, impaciente e intolerante. É importante comentarmos que uma das funções biológicas mais importante que temos e necessitamos é um SONO REPARADOR, pois ele irá nos permitir executarmos todas as nossas atividades durante o dia de forma saudável e segura. Gostaria de ressaltar que podemos perceber que o sono não está sendo de boa qualidade, quando apresentamos sintomas de impaciência, intolerância, agressividade, dificuldade de memória e concentração, etc.

 

RELIGIÃO
Padre Teodósio Aquino
Pároco na paróquia São Camilo de Lellis

Por que preciso confessar ao padre e não posso fazê-lo diretamente com Deus?
Em João 20,23: “…Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos”. Ao conferir tal missão aos apóstolos, Jesus desejava que os pecados fossem confessados; afinal, como se perdoaria os pecados cometidos se deles não tivessem conhecimento? É preciso que num ato de vontade e liberdade, se reconheça o erro se arrependa e peça perdão. Seria mais fácil nos confessarmos diretamente a Deus, mas Ele quis que tivéssemos a garantia de estarmos perdoados e, o sacerdote é quem pode nos dizer: “vai em paz! Seus pecados estão perdoados”. Quem experimenta tal manifestação do Amor e Misericórdia Divina, por meio do sacramento da penitência, sente-se renovado, aliviado, em paz e com a consciência tranquila, pois tem a certeza de ter recebido o perdão Divino.

editor1

Arquidiocese

Fundada em 1958 e abrangendo 15 municípios do Estado do Espírito Santo conta com 73 paróquias. Desde 2004 D. Luiz Mancilha Vilela é o arcebispo da arquidiocese.

Mais posts do autor

COMENTÁRIOS