buscar
por

DIETAS ENGORDAM

O assunto emagrecimento e dietas é motivo de muito interesse desde muitos anos. Existem relatos históricos desde a época da Grécia clássica, onde a preocupação com o corpo já era tema de angústia e frustração, levando as pessoas a verdadeiras loucuras e fórmulas mágicas para emagrecer. Hipócrates aconselhava os pacientes a vomitarem após comerem e a fazerem um exercício intenso de corrida no meio do dia. Essa recomendação é assustadora hoje, mas fez muito sentido naquela época.

Hoje ser gordo preocupa a maioria das pessoas, porque a medicina descobriu que a gordura faz mal à saúde e a sociedade faz com que as pessoas acima do peso se sintam mal com seus corpos. Então fazer dieta é normal e existem milhões delas espalhadas por aí; em capas das revistas, nos jornais, Internet e dissipadas em tratamentos por profissionais com promessas de resultados rápidos e milagrosos.

O corpo que está na moda é magro, com baixíssimo teor de gordura e com os músculos fortes e aparentes. A questão é que não conseguimos modelar nosso corpo como uma massinha, e nenhuma dieta ou alimento fará isso por nós. Ainda assim, o comércio se vale de imagens de mulheres magérrimas e homens musculosos para vender seus produtos e planos alimentares fenomenais.

Diante de todo esse cenário, o que nos resta é uma relação ruim com a comida e a sensação de que estamos sempre comendo errado. Se comemos uma salada, o fazemos desejando um pão; se comemos o pão, o fazemos achando que deveríamos estar comendo uma salada. Isso lhe parece familiar?

A todo momento nos deparamos com uma nova dieta e a esperança de resultados rápidos. A verdade é que são todas inúteis, pois cerca de 95% das pessoas voltam a recuperar todo o peso perdido e até um pouco mais, após uma dieta de emagrecimento. É o famoso efeito sanfona. Sendo assim, dietas engordam. O efeito sanfona é tão danoso ao organismo quanto a obesidade, aumenta o risco de doenças cardiovasculares, diabetes, infarto e leva à redução do metabolismo. Quem já emagreceu e engordou várias vezes na vida sabe bem o quanto o emagrecimento vai se tornando mais difícil com o tempo…

As dietas são difíceis de seguir, levam a uma obsessão por comida, pelo corpo e fazem a pessoa se sentir um fracasso. Vamos a um exemplo: imagine por um momento você eliminando os carboidratos da sua alimentação, decerto você consegue ficar alguns dias sem o pãozinho e outras massas. Nesse estágio você fica pensando nisso o tempo todo e esses alimentos proibidos passam a te chamar mais atenção. Você começa a perceber o pão em todos os lugares e o desejo por comê-lo vai aumentando. Até que um dia por qualquer motivo que seja, geralmente um acontecimento negativo, você desiste da dieta e o primeiro pensamento que surge é “hoje eu mereço um pão!”. Então, em vez de comer um, você perde o controle e come vários pães. Assim o círculo se fecha e você se sente um fracasso, se culpa e não consegue retomar a dieta, retorna sim aos antigos e ruins hábitos alimentares.

Entenda que a culpa não é sua e sim da dieta. As dietas causam mal estar físico e psicológico, te tiram de uma vida normal como ela deve ser. Sendo assim, precisamos repensar uma atitude simples, sensata e saudável. Emagrecer realmente não é fácil, mas é possível, requer cuidado e mudanças contínuas, frente ao estilo de vida.

Mariana Herzog
Nutricionista e mestre em Ciências Fisiológicas pela Ufes com aprimoramento em transtornos alimentares pela USP

editor1

Arquidiocese

Fundada em 1958 e abrangendo 15 municípios do Estado do Espírito Santo conta com 73 paróquias. Desde 2004 D. Luiz Mancilha Vilela é o arcebispo da arquidiocese.

Mais posts do autor

COMENTÁRIOS