buscar
por

Cuidados com a coluna lombar

Problemas na lombar que influenciam nas funções do organismo

Na semana passada falei sobre a influência da virilha sobre a posição do quadril e da curvatura da coluna lombar. Quanto maior a retração da virilha, maior inclinação do quadril para frente, com consequente aumento da lordose lombar, podendo chegar a hiperlordose e ao escorregamento das vértebras (listese).

Outro efeito da báscula anterior do quadril é o aumento das outras curvaturas da coluna acima da lombar, pois se aumenta a lordose lombar, aumenta a cifose dorsal e geralmente a lordose cervical, fator que diminui a distância entre a cabeça e o quadril e por vezes também diminui a estatura da pessoa.

Porém, o fator que considero de maior importância é a interferência que a hiperlordose causa nos órgãos internos do abdôme e região pélvica. Quanto mais a coluna lombar curva para frente, mais as vértebras comprimem a raízes neurais que comunicam o cérebro com as vísceras, glândulas e demais estruturas.

Vale ressaltar, toda vez que um nervo é apertado, mas continua funcionando, ele se retrai e provoca retração de tudo que estiver ligado a ele. Porém, quando a aproximação das vértebras bloqueia a raiz neural, causa flacidez e fraqueza em tudo que estiver ligado aos nervos que forem bloqueados. Outra característica é que quanto mais próximo da raiz neural, mais intensa é a retração dos tecidos.

Como o quadril é a base de apoio de toda coluna vertebral, o seu enfraquecimento provoca diminuição de força em toda a musculatura que sustenta a coluna e, com isso, todas as vértebras se aproximam e comprimem as raízes neurais, interferindo negativamente na função de todo organismo.

Tenho experimentado em meu próprio corpo e observado em meus pacientes os efeitos da estimulação do sistema nervoso com relação a região abdominal e pélvica nas reações relativas a sensibilidade, forma e função. E desta maneira é possível dizer que disfunções comuns a boa parte da população podem ser solucionadas através da terapia manual e da cinesioterapia.

Quando há uma retração dos nervos que vão para valvas ou esfíncteres, estas se abrem além do permitido para sua função e provocam o refluxo ou a perda da constrição e com isso temos o refluxo gastroesofágico ou a incontinência urinária. Para entender esse efeito, pense o que aconteceria se você fizesse um corte no meio da lona de uma cama elástica, como as molas forçariam a maior abertura da lona, abrindo um buraco no local.

Órgãos como estômago e bexiga que tem forma de bolsa, quando se retraem, diminuem sua capacidade de armazenamento e, o estômago causa a sensação de estar muito cheio mesmo que você tenha ingerido pouco alimento, dando a impressão de que tem um boi inteiro lá dentro. Já a bexiga enche mais rápido, obrigando a pessoa a ir mais vezes ao banheiro para urinar.

No intestino grosso, a interferência do sistema nervoso provoca alterações na velocidade dos movimentos peristálticos causando diarreia, quando o nervo está irritado e acelerado, e prisão de ventre quando os estímulos neurais estão mais lentos. Outros sintomas são cólicas, intestino irritado e gases.

Demais vísceras e glândulas da região abdominal mudam de forma, diminuindo seu tamanho, ou dilatando, bem como, reduzindo ou acelerando a sua função. O rim ao se retrair e filtrar menos, causa retenção de líquidos, inchaço, hipertensão e em casos extremos, a necessidade de diálise. O fígado interfere diretamente em todo o metabolismo. O pâncreas desencadeia diabetes. As glândulas suprarrenais, estão envolvidas no controle endócrino e de adaptação ao estresse. Ovários e próstata comprometem a fertilidade e reprodução humana. O útero ao se retrair, aumenta a incidência de aborto espontâneo.

A diminuição na produção de enzimas digestivas tem acometido um número cada vez maior de pessoas com doença celíaca e intolerância a lactose.

Na região pélvica, algo que atormenta os homens é a impotência sexual (disfunção erétil) que acontece com a diminuição do tamanho e flacidez do pênis, provocada pela retração dos nervos. Outra alteração está na sensibilidade que influencia na libido em ambos os sexos.

Além dos relatos de meus pacientes, por praticar minha própria terapia, também observo os efeitos do tratamento em meu corpo, e além disso, esses resultados vêm se confirmando através de exames laboratoriais e de imagem que são realizados como rotina preventiva para acompanhamento das condições da saúde.

Por esse motivo volto a enfatizar, é muito importante que a virilha esteja sempre alongada para manter o quadril posicionado corretamente, evitando a hiperlordose.
 

COMENTÁRIOS