buscar
por

A alegria da Área Pastoral Serrana no segundo dia do Oitavário

A Área Pastoral Serrana animou na tarde desta segunda-feira o  segundo dia do Oitavário da Festa da Penha. Durante a Missa celebrada pelo Pe.  Márcio de Almeida Ghil, os Ministros Instituídos da Sagrada Comunhão, do Batismo e Testemunhas Qualificadas para o Sacramento do Matrimônio foram lembrados com especial atenção, dando continuidade à valorização dos segmentos leigos da Igreja em cada dia da Festa.

A alegria esteve presente em vários momentos, em especial no início do Oitavário, quando foi encenada a história da chegada no estado do missionário Franciscano Frei Pedro Palácios, que trouxe com ele o Quadro de Nossa Senhora das Alegrias.

“Frei Pedro Palácios, ao escutar o chamado de Deus, vem  movido pela simplicidade e pelo desejo de evangelizar”, lembrou o Frei Leandro Costa Santos, que conduzia o Oitavário. No final da encenação, o ator que interpretava o Frei Pedro Palácios, desembrulhou o quadro que trazia envolto em papel e o mostrou aos romeiros, revelando  a imagem de Nossa Senhora das Alegrias. Todos aplaudiram com muita emoção e animação.

Foi também com muita alegria que Patrícia Eggert foi pela sexta vez ao Convento com seu filho de 6 anos para acompanhar o Oitavário. Todos os anos o menino traz nos braços uma boneca de pano de Nossa Senhora da Penha feita por Patrícia. ” É uma homenagem que faço a Ela que me ajudou muito na gestação. Estamos aqui mais uma vez com muita alegria para agradecer a vida dele”, contou.

festapenha2dia (4)

Florisbela Sassemburgo também estava com a família para agradecer a Nossa Senhora da Penha as graças alcançadas. “É a primeira vez que venho, mas tenho bons motivos como o nascimento da minha menina e o sucesso do meu filho de 18 anos, que ganhou uma bolsa de estudos no curso de Medicina Veterinária em Castelo. Estamos maravilhados com a Festa da Penha”, contou.

festapenha2dia (2)

Durante a homilia, Pe. Márcio, lembrando que ainda estamos no período de celebração da Páscoa, falou sobre o momento em que as mulheres foram visitar o túmulo de Jesus e não o encontraram.

“As mulheres foram as primeiras na missão de anunciar que Cristo havia ressuscitado e tiveram muita coragem para isso.  Maria, por ter acompanhado intensamente a vida de Jesus, não precisou da experiência do sepulcro vazio. Ela foi agraciada por Deus”, disse. E continuando, fazendo referência ao tema da Campanha da Fraternidade 2018, falou: “As mulheres sempre foram corajosas e poderosas e não devem deixar de lutar pela verdade, contra as desigualdades e pela superação da violência”, pontuou.

No final da Missa, a Área Serrana prestou uma homenagem à Nossa Senhora da Penha com a apresentação de  uma coreografia ao som do Hino da Campanha da Fraternidade de 2018. Ao hino foram acrescentado duas estrofes:

Tua Mãe é a Mãe das Alegrias

Em quem buscamos o conforto e a doçura

Queremos ser a exemplo de Maria

Mediadores da paz e da brandura.

 

Ave Maria! És a nossa alegria

E com o terço te trazemos a bandeira

Deste teu trono só paz tu irradia

Virgem da Penha, és a nossa padroeira.

 

COMENTÁRIOS