buscar
por

Papel descartado na Arquidiocese segue para reciclagem

Mais de 300 caixas de papeis usados, vindos de todas as paróquias da Arquidiocese de Vitória, receberão o tratamento correto para o descarte, a reciclagem. O material foi picotado e será encaminhado para a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis da Ilha de Vitória (Amarvi), que todo ano recebe esse tipo de material da Arquidiocese.

Segundo a coordenadora do Centro de Documentação (Cedoc), Giovanna Valfré, os papeis são em sua maioria documentos contábeis datados de 2012 que já atingiram sua temporalidade documental (5 anos), e que por isso podem ser descartados. Para isso é feita uma ata de descarte e somente depois de autorizada e assinada pelo administrador da Mitra, Sergio Lopes Murilo, pela contadora, Alessandra Bueno Manenti e por Giovanna, eles podem ser picotados.

“Esses documentos chegam à Mitra Arquidiocesana, são contabilizados, ficam em nossos arquivos e depois que atingem sua temporalidade documental, recebem o tratamento correto para o descarte. Por precaução esperamos seis anos para descartá-los”, garantiu.

WhatsApp Image 2019-08-22 at 1.00.18 PM

O volume da” montanha de papel” impressiona e ultrapassa dois metros de altura, mas Giovanna assegura que o descarte dos documentos é realizado dentro de um processo seguro e sem que a natureza seja prejudicada.

 

 

COMENTÁRIOS