buscar
por

O jeito de ser do cristão

Em seu encontro mensal com os políticos católicos, na manhã desta segunda-feira, Dom Luiz Mancilha Vilela propôs duas perguntas para a reflexão do Evangelho proclamado na missa: o que é a fé e quais as suas consequências. Alguns dos presentes interagiram, dizendo que a fé é fazer a vontade do Pai, acreditar no que irá acontecer mesmo sem ver e, um estado de espírito.
Segundo o arcebispo, a fé se caracteriza por duas palavras, dom e resposta. Dom de Deus e resposta daquele que acolhe e tem como consequência um jeito de ser. “O jeito de ser do cristão é diferente do jeito daquele que não tem fé. O cristão tem que ter atitude de acordo com o acolhimento deste dom, pois é fé que dita o agir. O compromisso do político com o mundo e com o bem comum parte do dom que ele recebeu”, afirmou Dom Luiz e acrescentou: “quando se for fazer uma lei ou aprovar, deve-se perguntar e refletir: o que Deus diz a respeito disso”?
Ao final do celebração houve um momento de partilha sobre a ideologia de gênero, a partir de pronunciamentos do Papa emérito Bento XVI e do Papa Francisco que apresentam os fundamentos para a posição da Igreja.

COMENTÁRIOS