buscar
por

CNBB e POM lançam Mês Missionário Extraordinário com abertura da Campanha Missionária e exposição

Nesta terça-feira (17 de setembro), às as  Pontifícias Obras Missionárias (POM) e a CNBB  lançaram o Mês Missionário Extraordinário, a ser celebrado pela Igreja em outubro deste ano. Na ocasião também foi lançada  a Campanha Missionária 2019 e a exposição “Rostos da Missão”, que ficará aberta a visitação na sede da CNBB, em Brasília, até o dia 31 de outubro.

O Mês Missionário Extraordinário, convocado pelo papa Francisco, em outubro de 2017, tem o tema “Batizados e enviados: A Igreja de Cristo em missão no mundo” e quer despertar a consciência da missão ad gentes, além fronteiras. Realizada no Brasil desde 1972, no mês de outubro, a Campanha Missionária ganhou este ano um maior impulso eclesial com a coincidência do Mês Missionário Extraordinário e do Sínodo para a Amazônia.

A cerimônia aconteceu na sede da entidade em Brasília, no contexto de realização da reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep). Além de bispos e padres, 23 missionários provenientes de vários países acompanharam o evento.

DSC07242-1024x576

O arcebispo de Belo Horizonte e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo, disse que a ocasião é o mais importante momento que faz com que a Igreja cumpra a sua razão de ser: o de evangelizar. “É o momento de voltar o nosso olhar para a missão, reavivar em nossos corações a consciência desse desafio que é permanente para todos”, disse.

Dom Walmor lembrou a todos os presentes, bispos, padres e missionários de diversas localidades do mundo, que sem a missionariedade a Igreja morre. “Ela pode até permanecer, mas será uma burocracia ou será possivelmente uma organização, mas sem vida”, alegou. Ele chamou atenção ainda para o fato de que a missionariedade na Igreja interpela no coração de cada um de nós o que somos, o que temos, o que repartirmos, sobretudo na coragem bonita de ir ao encontro sem pressa.

Padre Maurício da Silva Jardim, diretor das Pontifícias Obras Missionárias, afirmou que os missionários são os primeiros destinatários do encontro que Jesus fez. “Ele olhou para nós com misericórdia, olhou para nós com amor e por isso que nós estamos aqui”, disse. Ele reiterou ainda que a missão nasce de um coração apaixonado, de um coração que arde, que se motiva na espiritualidade e na escuta da Palavra. “A missão é o lugar para a gente encontrar Jesus, que fala para nós através do seu povo e, sobretudo, dos pobres e temos muito a aprender”, finalizou.

Exposição

A Exposição “Rostos da Missão: Batizados e enviados” deseja dar maior visibilidade aos projetos missionários ad gentes e ao projeto Igrejas Irmãs da Igreja no Brasil e será organizada em três espaços da CNBB, apresentando imagens de diferentes contextos da missão, audiovisuais com testemunhos e fotografias com rostos de missionários e missionárias brasileiros que atuam nos cinco continentes.

História e contexto 

Em 22 de outubro de 2017, Dia Mundial das Missões, o Papa Francisco durante o ângelus anunciava publicamente para toda Igreja sua intenção de proclamar um Mês Missionário Extraordinário (MME) em outubro de 2019, para celebrar o centenário da carta Apostólica Maximum Illud, de seu predecessor o Papa Bento XV. “Batizados e enviados: a Igreja de Cristo em missão no mundo” é o tema do MME. Despertar em medida maior a consciência da missão ad gentes e retomar com novo impulso a transformação missionária da vida e da pastoral é o objetivo deste mês.

A ação está em sintonia com a exortação apostólica Evangelii Gaudium: “A ação missionária é o paradigma de toda obra da Igreja” (EG, 15). Deste modo, a Campanha Missionária 2019 foi enriquecida com a convocação do Papa Francisco.

A Campanha Missionária no Brasil, realizada desde 1972, produz materiais de animação missionária para todas Igrejas Particulares do Brasil, tais como: novena missionária, cartazes, santinhos com oração missionária, envelopes e vídeos com testemunhos missionários.

*Com informações do Portal da CNBB

COMENTÁRIOS