buscar
por

Inclusão e luta pelos direitos dos deficientes em romaria

Apelo social e emoção marcaram a 11ª  Romaria das pessoas com deficiência na manhã deste sábado, 02 de abril, durante a Festa da Penha. Cerca de 5 mil pessoas de várias cidades do estado participaram da caminhada que percorreu algumas ruas do Centro de Vila Velha.

Alaíde traz a sua filha Priscila, deficiente física, desde a primeira romaria e se emociona em cada edição. “Todos os dias eu rezo pela Priscila e pelos meus outros filhos, pedindo a Nossa Senhora da Penha para ajudar nos tratamentos e pra não me deixar desistir dessa caminhada”

Cláudio Vereza, ex-deputado e deficiente físico, destaca a participação das entidades e associações na Romaria que já acontece na décima primeira edição. “O clamor que eu deixo hoje é o da inclusão. Temos muitas leis no Brasil e em nosso estado que beneficiam as pessoas com deficiência, mas precisamos colocá-las em prática. É hora de políticas públicas voltadas para as pessoas com deficiência.”

Pe. Carlos Pinto Barbosa acompanha a Romaria desde a primeira edição e este ano veio acompanhando os romeiros de Afonso Cláudio, cidade em que exerce sua missão. O sacerdote afirma que a Igreja deve ser esse espaço de participação e reconhecimento da dignidade humana. “O papel desta romaria é profético, o anúncio do Ressuscitado nesta Igreja de Vitória do Espírito Santo”, disse. Na homilia da missa que foi celebrada na chegada da Romaria, Pe. Carlos falou sobre a esperança que precisa ser testemunhada pelas pessoas com deficiência. “Cada um aqui é presença de Cristo Ressuscitado. É vida, é esperança, é certeza de não desanimar. Vocês são apóstolos pelo testemunho de vocês!” No momento de ofertório, foram enumeradas as conquistas em favor das pessoas com deficiência.

Durante toda a celebração, a senhora Ermelinda segurou um porta-retrato. Era a foto de sua neta Júlia, que participa todos os anos da Romaria, mas por estar viajando, a avó não deixou de participar e trouxe a foto da neta. Esta é a quarta romaria na Festa deste ano. Ainda acontecem a de Cachoeiro de Itapemirim, hoje à tarde; dos Homens, hoje à noite; dos motociclistas, amanhã pela manhã; as mulheres, amanhã à tarde e dos ciclistas na segunda-feira pela manhã.

COMENTÁRIOS