buscar
por

Exposição de fotografias. Catedral aberta à cultura e aos que amam a Deus

Uma viagem pela história da catedral metropolitana e um resgate de todo o processo de restauro pelo qual passou o templo ao longo dos últimos sete anos. A narrativa é contada por meio de registros fotográficos na exposição ‘Catedral de Vitória – tradição renovada’, aberta nesta quarta-feira (25) para visitação. A mostra é uma realização do Banestes e da Vale, patrocinadores do restauro.

Para cada imagem, uma breve explicação sobre o processo envolvido e curiosidades por trás da obra. O arcebispo Dom Luiz Mancilha Vilela destacou a importância dos restauros para a Igreja e para a sociedade. “É um grande benefício por seu valor como patrimônio histórico”.

A abertura da exposição aconteceu na missa para os andarilhos dos Passos de Anchieta durante a homilia, o arcebispo disse que “a Catedral restaurada quer ser não só sinal de cultura, mas de um jeito novo de viver. Suas portas estão abertas para todos que querem ouvir a palavra de Deus, para aqueles que buscam um caminho para a felicidade e para o amor”.

O gerente de relações com investidores do Banestes, Celso Nunes de Almeida, disse que a exposição nasceu do orgulho de ver o resultado da obra e da motivação de todos os envolvidos em perpetuar o trabalho, levando-o ao conhecimento de todos os capixabas.

O gerente de comunicação da Vale, Maurício Manzali também demonstrou a alegria em participar do restauro de cada parte da Catedral e poder entregar aos moradores e turistas a beleza do patrimônio.

A exposição ficará na catedral até o fim deste mês, depois segue para a agência central do Banestes, no Centro de Vitória, para o Museu da Vale, e após, passará pelas agências do banco espalhadas pelo estado e volta para a catedral em outubro.

COMENTÁRIOS