buscar
por

Catedral de Vitória ganha espaço para guardar os Santos Óleos

Na tarde desta terça-feira foi inaugurado na Catedral de Vitória o nicho onde a partir de agora estarão guardados, em vasos sagrados com os Santos Óleos; Óleos do Crisma, dos Catecúmenos e dos Enfermos. O espaço, que faz parte do projeto de manutenção da Catedral está localizado no batistério, local onde se dá início a iniciação cristã.

Durante a inauguração, Pe. Renato Criste conduziu o momento de oração e reflexão. Ele ressaltou que o nicho onde os santos vasos estão guardados estão integrados à capelo do batismo.

“Os santos padres, no início da era cristã, diziam ser a fonte batismal, o útero da Igreja, onde são gerados os novos filhos da Igreja. Os óleos são usados nas celebrações dos sacramentos: Batismo, Crisma, Ordenações presbiterais e episcopais e Unção dos Enfermos”, explicou.

e Continuou: “Este espaço é nosso,  mas como presente que vem de Deus, de tal modo que ao mergulhar nesse lugar possamos sempre contemplar as maravilhas de Deus, todo seu amor e continuar testemunhando Cristo”, finalizou.

A inauguração contou com a presença das empresas Unimed e Biancogres, que patrocinaram o novo espaço. No final, Pe. Renato agradeceu as empresas e convidou todos para um café da tarde.

Os Santos Óleos:

- Óleo dos Catecúmenos: Concede a força do Espírito Santo aqueles que serão batizados para que possam ser lutadores de Deus, ao lado de Cristo, contra o Espírito do mal.

- Óleo dos Enfermos: É um sinal utilizado pelo sacramento da Unção dos Enfermos, que traz o conforto e a força do Espírito Santo para o doente no momento de seu sofrimento. O doente é ungido na fronte e na palma das mãos.

- Óleo do Crisma: É um óleo utilizado nas unções consacratórias dos seguintes sacramentos: depois da imersão nas águas do batismo, o batizado é ungido na fronte; na Confirmação é o símbolo principal da consagração, também na fronte; depois da Ordenação Episcopal, sobre a cabeça do novo bispo; depois da ordenação sacerdotal, na palma das mãos do néo-sacerdote.

COMENTÁRIOS