buscar
por

QUAL A DIFERENÇA ENTRE BEATO E SANTO?

QUAL A DIFERENÇA ENTRE BEATO E SANTO?
A diocese que pretende instaurar um processo de beatificação deve obter a devida licença da Congregação para a Causa dos Santos a quem compete conceder o nihil obstat (nada obsta) para que se inicie tal processo. A partir desse momento, o “candidato aos altares” recebe o título de SERVO DE DEUS. Ouvidas as testemunhas, analisados os escritos e comprovada a fama de santidade, o processo é enviado à Congregação para a Causa dos Santos. Tendo-se concluído que o “candidato” praticou virtudes em grau elevado e até mesmo heroico, ele recebe o título de VENERÁVEL.
O tribunal diocesano deverá prosseguir seu trabalho examinando os milagres atribuídos à sua intercessão. A Congregação para a Causa dos Santos submete esses estudos ao parecer de cientistas, médicos, teólogos e outros especialistas, em Roma. Se for constatada a autenticidade do milagre, o assunto é levado à apreciação do Papa a quem cabe aprovar a beatificação. Em geral, a solenidade da beatificação se faz por um delegado do Papa, no lugar onde viveu o BEATO. Sendo assim, ele passa a ter culto público nos lugares onde viveu.
Para a canonização, requer-se novo milagre. Uma vez comprovado pelas instâncias da Congregação para a Causa dos Santos, o Papa decreta a inscrição do “candidato” no catálogo dos santos e, assim, com a solenidade da canonização, o(a) SANTO(A) é elevado(a) às honras dos altares, apresentado como modelo de vida para todos os cristãos, invocado como intercessor por todos os fiéis e merecedor do culto de toda a Igreja. Enquanto o culto aos beatos é restrito aos lugares diretamente ligados à sua vida e sua história, o culto aos santos se estende a toda a Igreja e empenha diretamente a autoridade do Sumo Pontífice.

Dom Geraldo Lyrio Rocha
Arcebispo emérito de Mariana

 

PARA QUE SERVEM OS COLCHÕES MAGNÉTICOS?
Esses colchões baseiam-se na formação de um campo magnético devido à sua estrutura, formada por ímãs. Tal campo ajudaria a prevenir doenças por ter efeito antioxidante, melhorar a qualidade do sono e a circulação sanguínea. Embora ainda faltem estudos conclusivos sobre o real benefício do colchão magnético, a teoria magnética é, por outro lado, bem estabelecida.
Pelo uso diário de aparelhos eletrônicos, eletrodomésticos, até mesmo as construções civis, eles promovem um desbalanço magnético em nós todos os dias. Aparelhos de TVs mais antigos são afetados pelo colchão (de acordo com a proximidade). PCs e tablets também podem ser afetados.
Lembrando que uso do colchão magnético está contraindicado para portadores de marcapasso, devido à possibilidade de atuação do imã sobre o gerador. E, de modo nenhum, o uso desses colchões substitui qualquer tratamento medicamentoso.

Fabrício Nascimento Almeida
Ortopedista da GlobalMed Vitória

 

TÊNIS DE RODINHAS PREJUDICAM AS CRIANÇAS?
Tênis de rodinhas prejudicam as crianças, sim. Por elas estarem em constante uso dos mesmos em momentos cotidianos, acabam utilizando esses calçados em situações adversas e sem proteção, o que pode ocasionar fraturas, entorses de tornozelo, etc. Devido ao fato das rodas serem da região do calcâneo, para deambular, as crianças precisam ficar nas pontas dos pés. E isso as leva a pisarem de forma errada, provocando diversos problemas, como alteração no equilíbrio da coluna, encurtamento do tendão do calcanhar, escoliose e esporão de calcâneo.

Fabrício Nascimento Almeida
Ortopedista da GlobalMed Vitória

editor1

Arquidiocese

Fundada em 1958 e abrangendo 15 municípios do Estado do Espírito Santo conta com 73 paróquias. Desde 2004 D. Luiz Mancilha Vilela é o arcebispo da arquidiocese.

Mais posts do autor

COMENTÁRIOS