buscar
por

Praia de Ubu, um recanto para as famílias

Nacionalmente conhecida por ter sido local de moradia de São José de Anchieta, a cidade que leva o nome do santo e tem um belo litoral de praias formosas, originalmente era conhecida como Aldeia de Iriritiba (em Tupi significa Muitas Ostras), região em que o Padre Anchieta fixou a sua última residência. Uma das praias que se destaca é a de Ubu, um bairro pequeno que atrai turistas de várias partes do Brasil, em especial das cidades mineiras.

No local existem poucos comércios, apenas uma padaria, que vende alguns outros produtos de primeira necessidade, um açougue – que vende até remédios para dor de cabeça e de estômago – e um bar. Os demais comércios são uma lanchonete, um famoso restaurante – Moqueca do Garcia – duas sorveterias e uma lanchonete, além dos quiosques à beira da praia.

Quem precisa de supermercado ou farmácia tem se deslocar até a Sede de Anchieta, que fica a sete quilômetros de Ubu. Essa particularidade faz com que o local seja essencialmente residencial.

Barcos de pesca, pequenos e grandes, desancoram diariamente da praia rumo às redes de pesca espalhadas pela enseada. Por vezes alguns desses barcos chegam à margem cheios de peixes frescos para serem vendidos para turistas e moradores.

Segundo o tímido pescador Murilo, nativo de Ubu, a pesca é uma paixão e responsável por movimentar parte da economia local da cidade de Anchieta.

Já para o turista carioca, José das Neves, Ubu é um “paraíso à parte, pois proporciona ares de local pouco habitado e ao mesmo tempo próximo das cidades, inclusive do aeroporto de Vitória”. Com pouco mais de uma hora de viagem, pela ES 010 Sul, a famosa Rodovia do Sol, chega-se ao bairro.

Pela manhã mães brincam com as suas crianças na areia, no início da tarde a juventude começa a chegar para pegar sol e no início da noite todos se juntam para caminhar na orla, jogar futevôlei ou conversar olhando o pôr do sol.

A rua da praia é sem saída, terminando num dos locais mais bonitos e de águas calmas.
No entanto, a região já foi muito prejudicada pela poluição da mineradora Samarco, uma vez que essa encontra-se instalada muito próxima. Nos últimos anos, como a paralização da empresa, “a praia está mais limpa”, destaca o pescador Murilo Batista.

A Moqueca do Garcia é tradicional na região e recebe, além dos turistas que frequentam a praia no verão e no carnaval, moradores de várias partes do estado, em especial da Grande Vitória que vão almoçar no local nos finais de semana.

Devido a sua formação em curva, da praia de Ubu avista-se outras praias próximas, sendo elas Parati e Castelhanos. Avista-se também a cidade de Anchieta.

Carla Souza, mãe da pequena Lia, de apenas dez meses, destaca as sombras feitas pelas grandes castanheiras, fato que possibilita que as famílias que tem crianças pequenas fiquem mais tempo na praia e que os pequenos possam aproveitar mais o momento de lazer.

À noite o barulho do quebrar das ondas e da brisa leve tornam o sono mais agradável. Já antes do despertar do sol os pássaros fazem revoadas e cantam para receber o novo dia, fato que encanta aqueles que escolheram o local para descansar.

Ubu é local de lazer e descanso, bom para quem quer sair da rotina pesada das grandes cidades e desfrutar de belezas naturais e encantadoras, porém no carnaval o local recebe muita gente que aluga casas para passar temporada. Aí o agito é geral… Mas isso é durante o dia, pois à noite volta a calmaria peculiar de Ubu.

Tudo isso faz da região um recanto para as famílias.

identidades1

Alessandro Gomes

editor1

Arquidiocese

Fundada em 1958 e abrangendo 15 municípios do Estado do Espírito Santo conta com 73 paróquias. Desde 2004 D. Luiz Mancilha Vilela é o arcebispo da arquidiocese.

Mais posts do autor

COMENTÁRIOS