buscar
por

PRAÇA DOS NAMORADOS PARA TODOS OS GOSTOS

 

praça dos namorados

O local “praça” cumpre uma função milenar em todas as culturas urbanas. As praças em nossas cidades eram muitas, mas a ganância imobiliária foi aos poucos decretando sua morte quase imperceptível. Não é o caso da Praça dos Namorados, especialmente o que nela acontece aos sábados e domingos à noite há mais de 20 anos. Virou tradição mencionar “feira da Praça dos Namorados”.

Pois é! Ali nestes dias quase 200 expositores apresentam produtos como brinquedos, artesanato, objetos de decoração, esculturas em metais e pedras, muitos espaços para crianças e jovens brincarem e, sobretudo, muitas comidas deliciosas. E caso alguém queira ampliar sua diversão e cultura, ao lado também tem outra praça com nome sugestivo – “da ciência”. Desta forma, o que parecia ser um lugar apenas para encontro de namorados, acabou virando um espaço de encontro de cultura e ciência.

Tudo isso faz desta praça um convite permanente para ser ocupada por pessoas de todos os bairros, pois situa-se num dos lugares de maior acesso e por onde praticamente metade da frota de ônibus circula. A praça é sempre o lugar para as pessoas vivenciarem experiências diversas. É preciso viver a praça e não passar por ela ou deixar que ela seja apenas uma referência de localização.

A praça é nossa! Este não é o programa da TV de tempos passados. É o programa que cada pessoa pode fazer e ser um ator com papel central no dia-a-dia deste lugar. Encontro entre amigos, entre famílias, entre casais, entre crianças e jovens, com muita cultura popular e maravilhosas comidas! Este é o roteiro para os sábados e domingos à noite.

Edebrande Cavalieri
Doutor em Ciências da Religião

editor1

Arquidiocese

Fundada em 1958 e abrangendo 15 municípios do Estado do Espírito Santo conta com 73 paróquias. Desde 2004 D. Luiz Mancilha Vilela é o arcebispo da arquidiocese.

Mais posts do autor

COMENTÁRIOS