buscar
por

POR QUE ARQUIDIOCESE?

POR QUE ARQUIDIOCESE?

A palavra “Arquidiocese” contém o prefixo de origem grega “arque” (archè), também presente na palavra arquitetura, que significa “princípio”. Junto com a palavra “diocese”, “arque” quer designar a primeira diocese de uma região ou a mais antiga da qual se originou todas as outras. No nosso caso, a Arquidiocese de Vitória, anteriormente Diocese do Espírito Santo, foi a primeira sede episcopal que deu origem, inicialmente, às dioceses de São Mateus e Cachoeiro de Itapemirim, e, posteriormente, Colatina. Atualmente, trata-se de um título muito mais de honra e valor histórico, não significando que uma arquidiocese tenha jurisdição sobre as dioceses sufragâneas. Cada diocese e arquidiocese possui certa autonomia e possui ligação direta com a Santa Sé. A reunião regional das dioceses com a arquidiocese se chama “província eclesiástica” presidida pelo arcebispo chamado de “Metropolita”. No caso da nossa região, chama-se Província Eclesiástica de Vitória do Espírito Santo. As atribuições do Metropolita são muito pontuais e restritas, definidas pelo Código de Direito Canônico, na vacância ou impedimento do Metropolita faz as suas vezes, o Bispo mais velho em tempo de ordenação.

COMO SE CRIA A ARQUIDIOCESE?

Uma arquidiocese não é propriamente criada. Era anteriormente uma diocese que pode ter tido outras dioceses desmembradas do seu território formando uma nova província eclesiástica. Assim, a primeira diocese se torna Arquidiocese e com as demais dioceses criadas ou realocadas de outra região formam uma nova província eclesiástica. Normalmente, essa reorganização se dá por razões pastorais e crescimento demográfico a fim de que o pastoreio do povo de Deus seja mais eficaz. A faculdade de criar dioceses e elevar à dignidade de arquidiocese é exclusiva do Papa, ouvindo os bispos implicados.

Pe. Renato Paganini
Chanceler da Arquidiocese de Vitória Pároco da Paróquia da Ressurreição

editor1

Arquidiocese

Fundada em 1958 e abrangendo 15 municípios do Estado do Espírito Santo conta com 73 paróquias. Desde 2004 D. Luiz Mancilha Vilela é o arcebispo da arquidiocese.

Mais posts do autor

COMENTÁRIOS