buscar
por

Os benefícios de uma boa noite de sono

Osono possui uma função restauradora para o corpo e a mente, o que nos permite dizer que qualidade de vida e saúde incluem, também, uma boa qualidade de sono. Enquanto dormimos, nosso organismo trabalha diversas funções importantes para o seu correto funcionamento, tais como manutenção e conservação de energia, amadurecimento do sistema nervoso central, fortalecimento do sistema imunológico, consolidação da memória e aprendizado, secreção e liberação de hormônios (hormônio do crescimento, insulina, hormônio sexual feminino e masculino, entre outros) e ação termorreguladora. A privação de sono pode provocar o surgimento de várias doenças.

A recomendação é que se durma de 6 a 8 horas por dia, com média de 7 horas a cada 24 horas, embora essa necessidade varie de um indivíduo para outro. O importante é que o sono tenha uma boa qualidade para que exerça função reparadora, ou seja, um sono que nos permite acordar bem dispostos e sem dificuldades.

O preparo do ambiente de dormir é de grande importância para um sono reparador e devemos ter atenção com vários aspectos, tais como: a saúde do colchão, bem como o seu tempo de utilização e sua especificação, sobretudo em relação à densidade das espumas utilizadas em sua fabricação; a saúde e qualidade do travesseiro, que é uma peça fundamental no conforto do corpo, favorecendo uma boa higiene do sono, afinal, o não uso do travesseiro pode possibilitar o surgimento de dores musculares que irão dificultar um sono reparador; o nível de ruído e a temperatura do quarto, que também interferem na qualidade do sono.

Quando dormimos menos tempo do que necessitamos, o que chamamos de privação do sono, se favorece o surgimento de doenças, como pressão alta, ansiedade, depressão e obesidade. Essa é uma das grandes preocupações em Medicina do Sono atualmente, uma vez que o ritmo acelerado de trabalho e outras preocupações fazem com que as pessoas durmam menos, prejudicando a longevidade.

Para uma noite de sono com mais qualidade, devemos nos atentar para algumas dicas

 Nas refeições próximas ao horário de dormir, prefira comidas mais leves. Alimentos de difícil digestão e opções gordurosas, não ajudam a ter uma boa qualidade do sono.

 Lembre-se também de não dormir em jejum, o que faz tão mal quanto uma alimentação pesada;

 Evite ingerir líquidos imediatamente antes de dormir, pois eles estimulam a diurese e provocam interrupções mais frequentes no sono. Diminua também o consumo de substâncias estimulantes como café, chá preto, mate e refrigerantes.

 Não leia ou assista televisão na cama. O objetivo é que o cérebro associe a cama a um lugar onde se repousa e se dorme;

 Se você é tabagista, deixe de fumar pelo menos três horas antes de se deitar. A nicotina presente no cigarro favorece a insônia e um sono não reparador. Vale ressaltar que fumantes têm dificuldades para iniciar o sono, despertam com mais facilidade e aumentam o sono superficial.

 O banho é relaxante e favorece o início do sono de forma mais rápida. Entretanto, procure tomar banho com temperatura amena, apenas “quebrando” o frio da água. Isso porque quando entramos em fase de sonolência uma das primeiras modificações é a queda da temperatura corporal, e após o banho quente essa temperatura irá aumentar, fazendo com que se demore mais tempo para iniciar o sono. Ao acordar, opte pelo banho morno para um despertar mais rápido.

editor1

Arquidiocese

Fundada em 1958 e abrangendo 15 municípios do Estado do Espírito Santo conta com 73 paróquias. Desde 2004 D. Luiz Mancilha Vilela é o arcebispo da arquidiocese.

Mais posts do autor

COMENTÁRIOS