buscar
por

NÃO TENHAIS MEDO

Quem diz isso é Cristo. Viver com medo é deprimente, pois o medo bloqueia a nossa mente nos impedindo de pensar.

O medo nos impede de enxergar uma saída e de agir com equilíbrio. O medo não vem de Deus e para vencê-lo devemos deixar que Deus nos toque com Seu amor. O amor de Deus é o que nos fortalece e concede um espírito de equilíbrio.

Se por algum motivo nos sentimos desanimados. Não há problema, faz parte. Mas quando passamos por momentos assim, de desânimo ou falta de coragem, podemos nos fortalecer com o que escreve Paulo em 2 Timóteo 1:7. “Porque Deus não nos deu espírito de covardia, mas de amor e de sabedoria.”

Dai-nos Senhor o dom da Sabedoria. O medo paralisa, especialmente o medo imaginário, aquele medo que quando pensamos em fazer algo, acreditamos que não dará certo. Se pensamos em fazer vestibular, achamos que não vamos passar, se pensamos em fazer uma horta, acreditamos que não vai dar certo.

Este é o medo imaginário, paralisador, que inibe nossas ações e por isso devemos renunciá-lo, substituindo esse sentimento pela confiança em Deus, que nos capacita a viver com coragem, ousadia, e total segurança.

Se existe algo que queremos ou estamos tentando fazer, mas não conseguimos criar coragem, precisamos parar de exitar para tentar. Fé é força. É preciso descer do muro e não ter medo do inesperado.

Deus quer que a gente viva sem medo. Em Mt 11, 28-30 Jesus nos diz: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e meu fardo é leve.”

Sejamos ousados e acreditemos Nele para realizarmos nossos sonhos. Façamos esse pedido: Senhor, dai-me um coração destemido, confiante, ousado e livre. Senhor, ajuda-me a vencer o medo e ser tudo o que queres que eu seja. Senhor, livra-me dos meus temores e inseguranças e faz-me seguir rumo a Vitória. Amém.

Este é o sentido da Páscoa. Vencer o medo, vencer a morte, porque Deus é o Deus da vida e do amor.

Padre Maurício Cordeiro
Programa de rádio “A Vida em Primeiro Lugar”

editor1

Arquidiocese

Fundada em 1958 e abrangendo 15 municípios do Estado do Espírito Santo conta com 73 paróquias. Desde 2004 D. Luiz Mancilha Vilela é o arcebispo da arquidiocese.

Mais posts do autor

COMENTÁRIOS