buscar
por

FAZER BEM

Adolescentes que vivem em abrigo ganham festa de debutante

Dezesseis adolescentes, entre 14 e 16 anos, que perderam suas casas e vivem em um abrigo temporário, em Fortaleza, Ceará, tiveram a chance de ver realizado o sonho de muitos jovens: ganhar a tradicional festa de 15 anos.

Os meninos e meninas da ONG Casa Abrigo, puderam celebrar o momento ao lado dos familiares e amigos, escolher o terno ou o vestido, a maquiagem, os acessórios e decidirem também qual seria a dança e playlist da festa. Tudo aconteceu graças ao grupo Abraço de Criança, que há três anos apadrinha os acolhidos pelo abrigo.

_mg_9868-2589785

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

Artesã transforma guarda-chuvas quebrados em sacos de dormir para moradores de rua

Guarda-chuvas quebrados são transformados em sacos de dormir para pessoas em situação de rua. A ideia é da artesã Clara Gomes de Souza e surgiu quando ela viu um homem dormindo com muito frio em uma das ruas de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro.

A mulher uniu a habilidade com artesanatos e a vontade de ajudar o próximo. “Quando o morador de rua recebe esse carinho, de ganhar um saco quentinho para ele dormir, ele se sente visto. É isso que eu acho importante, a gente ter um olhar para o outro”, disse Clara.

A artesã já conseguiu ajudar mais de 100 pessoas, entre elas, crianças e adultos.

Ao fazer uma postagem sobre a boa ação nas redes sociais, mais de um milhão de pessoas visualizaram, curtiram a ideia e se dispuseram a ajudar também.

download (2)

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

Médico do SUS surpreende pacientes

A fome era uma reclamação frequente das pacientes do ginecologista Genilson Gomes Carneiro Filho, que atende pelos SUS em São Fidélis, no Rio de Janeiro, e diante da situação recorrente o médico resolveu oferecer um café da manhã e lanche para suas pacientes. O ginecologista disse que elas chegam cedo para pegar a ficha e os atendimentos só acabam à noite. Os cafés e lanches são financiados pelo ginecologista que afirma: “Me formei médico para atender com amor”.

medico-lanche-pacientes-capa

 

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

Voluntários transformam tecidos usados em roupas para crianças carentes

Transformar tecidos usados em roupas novinhas para crianças carentes é o objetivo de um grupo de voluntários de Curitiba. Os tecidos são fronhas, lençóis camisas e calças sociais adquiridos através de doações e as roupas são confeccionadas pelos próprios voluntários.

Mais de 500 crianças já foram ajudadas pelo projeto que começou em 2016 e as entregas das produções já foram feitas em Porto da Folha (SE), Chapadinha (MA) e em Moçambique, na África.

Para Clara Maria Gabardo, a criadora do grupo, a recompensa do trabalho é ver o sorriso no rosto das crianças.

“A experiência de doar é profunda porque as crianças vivem em estado de extrema pobreza, muitas em meio ao lixão. O sorriso delas recompensa tudo, algumas ficam horas olhando para as roupinhas. Muitas nunca ganharam carinho, quem dirá uma roupa nova”, contou.

1558020413266284

 

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

Empresário brasileiro ajuda venezuelanos que chegam na fronteira

O empresário Carlos Wizard Martins recebe e ajuda a transportar para diversas cidades do país, venezuelanos que chegam ao Brasil.

Desde agosto do ano passado, Carlos e sua esposa Vânia, montaram uma base em Boa Vista, Roraima, para acolher os migrantes.

O casal dedica grande parte do tempo recebendo os venezuelanos e os encaminhando para cidades onde, com a ajuda de uma rede de apoio, são inseridos no mercado de trabalho.

Carlos também investe dinheiro na causa e já chegou a fretar um avião para levar venezuelanos para outros Estados do Brasil, onde eles passaram a trabalhar. “O que existe é um recurso pessoal. Nós compramos passagens no Brasil para que eles sigam de Roraima para outras cidades. Chegamos a fretar um voo com 118 passageiros na época do Natal. Tem sido muito gratificante ajudar essas pessoas”, afirmou.

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

Projeto de alfabetização leva garis para sala de aula em Brasília

Através do projeto filantrópico “Alfabetização Cidadã”, garis que não tiveram a chance de estudar no passado, estão tendo essa oportunidade agora. O projeto surgiu de uma parceria entre a empresa que os garis prestam serviço, a Sustentare Saneamento e a Universidade Católica de Brasília (UCB).

A iniciativa nasceu em 2014, quando a empresa notou que alguns funcionários tinham dificuldade para entender os comunicados. Um levantamento feito pela própria Sustentare mostrou que 60% de seus 2,7 mil funcionários são analfabetos ou não concluíram o ensino primário.

Além de atender as necessidades da empresa em capacitar os profissionais da limpeza para melhor entendimento do trabalho, muitos garis estão tendo a chance de descobrir um mundo novo por meio da leitura e da escrita.

whatsapp-image-2019-04-19-at-17.06.53

 

editor1

Arquidiocese

Fundada em 1958 e abrangendo 15 municípios do Estado do Espírito Santo conta com 73 paróquias. Desde 2004 D. Luiz Mancilha Vilela é o arcebispo da arquidiocese.

Mais posts do autor

COMENTÁRIOS