buscar
por

Como repor a deficiência de vitamina D?

Tem dúvidas? Então pergunte para quem sabe.
Envie sua pergunta para mitra.noticias@aves.org.br

  • saúde

Como repor a deficiência de vitamina D?
pergunte nutricionistaOrleane_9953A Vitamina D é uma vitamina lipossolúvel, que pode ser encontrada em alguns alimentos como o ovo, muito acessível à população brasileira. A falta de exposição ao sol e a pouca ingestão de alimentos que contenham esta vitamina são fatores que explicam a deficiência dela no organismo e apesar de vivermos em um país tropical, pesquisas mostram que a população brasileira vem apresentando a deficiência desta vitamina. O sol é o principal agente que contribui para que a vitamina D seja absorvida pelo organismo e por isso é importante que as pessoas tomem pelo menos 15 minutos de sol por dia. A falta da vitamina D está associada a várias doenças como: câncer, depressão, diabetes, hipertensão arterial, obesidade e doenças autoimunes.
Idosos tendem a ter deficiência de Vitamina D, portanto é necessário que nesta fase da vida, seja observado a quantidade ingerida de Vitamina D, mesmo que seja através de suplementação, sempre com orientação nutricional e médica, para evitar a diminuição de força muscular e enfraquecimento ósseo.

  • educação

Como os pais devem corrigir quando os filhos pequenos erram?
AdrianamullerChico GuedesCrianças pequenas são seres cheias de energia que ainda não aprenderam muito bem como as regras funcionam, por isso costumam testá-las com mais frequência do que gostaríamos. É muito importante que as regras não mudem o tempo todo, pois a constância das regras para as crianças pequenas, significa a manutenção do amor.
Educar é praticar o amor de várias formas e em diversos momentos. Porém, atitudes amorosas não são atitudes imprevisíveis, variáveis ou aleatórias. A criança pequena precisa confiar em nosso amor por ela. Em um amor constante, firme, presente. Também as regras não podem mudar ao sabor das circunstâncias nem da nossa conveniência. A criança pequena precisa confiar na segurança das regras. Educar não é algo trivial: as crianças, precisam de regras claras, previamente definidas, constantemente mantidas e amorosamente explicadas. Talvez, até, para que elas as testem muitas e muitas vezes. Mas, lembrem-se: educar é colocar o amor em ação. Tantas vezes quanto necessário.

  • religião

O que representam os três Reis Magos e por que a festa é em Janeiro?
EPIFANIA, a festa da Luz.
perguntepadreivo_20150805080304A Igreja celebra a festa da Epifania, manifestação do Filho de Deus a todos os povos, “festa de luz e de alegria”, no dia 06 de janeiro. No Brasil, por não ser dia santo de guarda, celebra-se no domingo que ocorre entre o dia 2 a 8 de janeiro, por determinação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). É a festa da revelação de Jesus ao mundo pagão, nas pessoas dos Magos que foram a Belém para adorar o Redentor recém-nascido. São treze dias depois do Natal, celebrado no dia 25 de dezembro, quando o aumento da luz já é mais visível no Oriente. É a festa da chegada da verdadeira luz para os cristãos.
A palavra Epifania significa manifestação, universalidade da salvação, da revelação de Deus. Podemos dizer que é a festa onde os cristãos, assumem a tarefa de tornar esse mistério conhecido em toda a humanidade, revelando que Deus quer reunir todos os seres humanos numa fraternidade universal.
Os Magos são sinais e símbolos de uma “Igreja em saída”, Igreja que quer e precisa ser o tempo todo, missionária a serviço do Reino. Eles deram testemunho e anunciaram a salvação ao retornar de Belém. É a atividade missionária da Igreja ao longo do tempo, em todos os ambientes, numa abertura aos apelos do Reino. É a Igreja se esforçando para revelar ao mundo o Deus revelado e manifestado.
Esta festa é um convite para uma renovação da fé em Deus que se revela como Salvador. Ao celebrá-la, pedimos a Deus a graça de sermos luz, sendo homens e mulheres de fé que resplandece: no simbolismo do incenso o reconhecimento da divindade de Jesus; na mirra o reconhecimento da sua humanidade; no ouro o reconhecimento da sua realeza. Essas oferendas estabeleceram uma ponte com a realidade da imolação de Cristo na Cruz.
É uma festa que evidencia a realeza de Cristo: “Veio o Senhor nosso, nas suas mãos está o reino, o poder e a glória” (1Cor 29,12) e todos os reis hão de adorá-lo e servi-lo (Sl 71,10-11).
A exemplo dos Magos, cada cristão é luz que mostra o caminho, o plano de Deus, por meio do Espírito, dando sua contribuição para que este mundo seja melhor. Estes e outros apelos nascem desta festa litúrgica.

editor1

Arquidiocese

Fundada em 1958 e abrangendo 15 municípios do Estado do Espírito Santo conta com 73 paróquias. Desde 2004 D. Luiz Mancilha Vilela é o arcebispo da arquidiocese.

Mais posts do autor

COMENTÁRIOS