buscar
por

Uma perna mais curta...

UMA PERNA MAIS CURTA

De 1996 a 2004 avaliei a postura corporal em mais de 6000 pessoas entre alunos de ensino fundamental e médio de escolas particulares e públicas, funcionários de diversas empresas e população geral em projetos de ação social em cidades do Paraná e Espírito Santo.

Observei que mais de 50% da população avaliada apresentava uma perna mais curta que a outra, com pessoas apresentando diferença de até 4 centímetros.

Esta assimetria provoca o desvio lateral da coluna (escoliose) e pode acarretar também lesão de menisco no joelho, artrose e dores por todo corpo, incontinência urinária, inflamação do nervo ciático, impotência sexual, alterações da arcada dentária, desequilíbrio hormonal.

Já na parte estética podemos falar de flacidez, estrias, celulite, culote, gorduras localizadas, retenção de líquidos, rugas e também das roupas que não assentam bem no corpo desalinhado.

A diferença entre membros inferiores na maioria das vezes é provocada por hábitos inadequados, como por exemplo: na posição em pé, descansar mais sobre uma das pernas; sentado, cruzar sempre a mesma perna; no trabalho, utilizar mais um lado do corpo para executar as atividades laborais.

Na maioria dos casos os problemas são ocasionados por hábitos inadequados. Portanto, algumas medidas simples podem resolver esses problemas. Após uma avaliação postural, a prática de exercícios fisioterápicos adequados a cada situação, corrige a diferença no tamanho das pernas e melhoram o bem estar que pode ser mantido apenas com a prática desses exercícios.

COMENTÁRIOS