buscar
por

Velório de Dom Silvestre na Catedral de Vitória

O corpo de Dom Silvestre chegou à Catedral de Vitória às 22h e foi recebido com  uma salva de palmas por fiéis, amigos, familiares, seminaristas, padres, o Bispo emérito de Mariana, Dom Geraldo Lyrio Rocha e Dom Dario Campos, Arcebispo de Vitória.

Pouco antes da chegada, Dom Dario pediu aos fieis que entoassem um canto mariano no momento em que o caixão fosse conduzido pela nave da Catedral.

Logo após a chegada foi celebrada a primeira missa de corpo presente. Durante o velório, a cada duas horas, serão celebradas missas até às 12h de amanhã. Presidem as missas:

- Padre Meneguite – 02 horas

-Padre Luiz Henrique – 04 horas

-Padre Marcelo Margon – 06 horas

- Dom Geraldo Lyrio Rocha – 08 horas

- Padre Roberto Natal – 10 horas

-Padre Robson Pratti – 12 horas

Às 15h será celebrada missa, presidida por Dom Dario e exéquias. Logo após o cortejo fúnebre seguirá para o cemitério do Bosque em Alvorada para o enterro.

Depoimentos

“Cheguei no Santuário de Fátima, em 2007 e experimentei o apoio e a compreensão de Dom Silvestre em um momento difícil para mim.  Quem nos apoia em um momento difícil merece nossa gratidão. É um homem de Deus. Nunca poderia esperar dele nada de injusto. Estava sempre alegre. Em minha última visita a ele, em Ponta Formosa, tiramos uma fotografia. Ele pediu ao fotógrafo que tivesse cuidado para não cortar nossas pernas. Também sempre teve dedicação às questões sociais. Que Deus o receba na Sua Glória e lhe dê um acento na mesa dos filhos”

Padre Pedro Luchi.

 

“Ele era uma pessoa especial. Sempre acolhia os mais necessitados e todos que dele precisavam. Falava pouco, mas o necessário. As vezes era mal interpretado, mas sempre muito querido. Para nós da família, eu diria que foi uma satisfação conviver com ele e ver como ele era visto por todos. A gente não se acostuma com a perda, o luto nunca é esperado. É contraditório, pois ao mesmo tempo que a gente desejava que ele não sofresse mais, a gente  queria ele perto da gente. Parece egoísmo, mas na verdade é amor.”

Maria Noelia de Oliveira Scandian

COMENTÁRIOS