buscar
por

Sexta Feira Santa. Paixão e Morte de Jesus

A Igreja contempla nesta Sexta-feira Santa toda a riqueza do Evangelho. Hoje é o dia do silêncio que continua amanhã até a missa da ressurreição.O ponto alto da Sexta-feira Santa é a celebração das 15 horas, horário em que Jesus foi morto. É a principal cerimônia do dia: a Paixão do Senhor. Ela consta de três partes: liturgia da Palavra, adoração da cruz e comunhão eucarística

Na Arquidiocese de Vitória, a celebração da Paixão do Senhor foi presidida pelo Arcebispo, Dom Dario Campos na Catedral Metropolitana de Vitória. Durante sua fala, ele propôs aos fiéis presentes as seguintes reflexões:

- É preciso mergulhar, como São Francisco de Assis, em meditação e nos deixar tocar profundamente pelos estigmas do Crucificado.
- Jesus de Nazaré não quer perder nenhum de seus filhos e filhas dispersos pelo mundo inteiro.
- É preciso ter a capacidade de chorar a dor dos nossos irmãos.
- Jesus tomou nossos sofrimentos. E nós? O que temos que responder aqui e agora na nossa cidade, no nosso mundo. Não podemos deixar que as palavras do Senhor fiquem no vazio, mas encontrem ressonância em cada um de nós.
- Quando achamos que a vida não tem mais valor, basta olharmos para a Cruz e veremos o quanto ela tem valor!

Meditemos essas reflexões para que possamos compreender e vivenciar que o sacrifício de Jesus na cruz leva a vida e a ressurreição. Isto está ao alcance de todo aquele que nele crer.

COMENTÁRIOS