buscar
por

Paróquia da Ressurreição celebra centenário do Padre Giuseppe (José) Cavarra

No dia 28 de abril, às 19 horas, será celebrada na Igreja Cristo Redentor, Paróquia da Ressurreição, em Goiabeiras, a missa do centenário do Pe. Giuseppe (José) Cavarra. Padre José, como era carinhosamente chamado, atuou na paróquia como vigário durante 20 anos  e lá fez muitos amigos, deixando um importante exemplo de humildade, fidelidade, alegria, disponibilidade, esperança e fé.

Padre José foi um sacerdote incansável em sua missão de celebrar, confessar, visitar os enfermos (nas casas e nos hospitais) e administrar os sacramentos. No mesmo dia da missa será lançado o Livro das Homilias “Sem medo de ser profeta”, e haverá uma exposição de alguns de seus pertences, e a apresentação um documentário.

Convite Eletrônico

 

Biografia

Padre Giuseppe (José) Cavarra nasceu no dia 30 de março de 1918, às 23h de um Sábado Santo, em Sortino, na Itália; e faleceu em 04 de abril de 2010 (Páscoa do Senhor), em Vitória, Espírito Santo. Filho de Vito Cavarra e Nunzia Pandolfo, era o caçula de dez irmãos.

Em 1932, ingressou no Seminário Menor dos Capuchinhos e em 1º de setembro de 1935, foi admitido como noviço, durante a Cerimônia da Vestição do primeiro hábito religioso. De 1936 a 1943, estudou Filosofia, em Módica; e Teologia, no Seminário Maior, de Sortino.

Em 10 de abril de 1943, em meio aos bombardeios da Segunda Guerra Mundial, recebeu o Diaconato. Logo depois, em 20 de junho, foi ordenado Presbítero, na Igreja Matriz São João Evangelista, em Sortino, interior da Sicília, perto de Siracusa. Como um marco do início de uma nova vida, adotou simbolicamente o nome de Apollinare.

Em agosto de 1946, juntou-se a um grupo de frades capuchinhos e seguiu para Nápoles, onde deveriam embarcar para a missão no Brasil e no dia 27 de abril de 1984, exatamente no dia da morte do Arcebispo de Vitória, Dom João Batista da Motta e Albuquerque, Padre José chegou a Vitória.

Incardinado nesta Arquidiocese, trabalhou como capelão das Irmãs Carmelitas, no Convento de São Francisco, e como capelão da Catedral Metropolitana de Vitória, auxiliando o Padre José Ayrola Barcellos, hoje Cônego. Esteve ainda em Guarapari, como Vigário Substituto.

Foi pároco da Paróquia de Cobilândia, em Vila Velha, e da Paróquia da Praia do Suá, em Vitória, e em 07 de abril de 1990, aos 72 anos, foi transferido para a Paróquia da Ressurreição, em Goiabeiras, onde atuou como vigário, permanecendo na paróquia por 20 anos.

 

COMENTÁRIOS