buscar
por

Manifestar a ternura de Deus em todos os momentos da vida de nosso povo é a mensagem da missa dos Santos Óleos

DSC04043

A Catedral de Vitória acolheu na manhã de hoje, seminaristas, diáconos, padres, o arcebispo emérito, o arcebispo, Dom Dario Campos e representantes das paróquias para a missa dos Santos Óleos. Nesta celebração os padres renovam as promessas sacerdotais e o arcebispo consagra e benze os Óleos que ao longo do ano serviram para ministrar os sacramentos em todas as paróquias da Arquidiocese. Ao final da Celebração os padres receberam das mãos de Dom Dario, Dom Luiz, padre Ivo e padre Jorge os Óleos e os entregaram a representantes paroquiais.

DSC04027

O dia é conhecido também como dia da unidade que se expressa pela presença de todos os padres e na divisão dos Santos Óleos. Com esta cerimônia a Igreja se prepara para iniciar o Tríduo Pascal que começa hoje à noite com a missa de Lava-pés.

Os Diáconos permanentes carregaram os jarros com os Óleos até ao presbitério, separados em caso um os óleos do catecúmeno, do crisma e dos enfermos após a benção os mesmos os conduziram ao local onde as paróquias haviam deixado seus vaso, que no final da celebração lhes foram entregues.

DSC04097 DSC04111

Dom Dario, durante a homilia acentuou quatro pontos: a alegria do salmista ao reconhecer a grandeza de Deus e querer louvá-lo para sempre – as palavras do Profeta Isaías que reconhece a ação do Espírito Santo para suscitar profetas anunciadores do Reino de Deus – a importância de reconhecermos a força dos santos óleos que curam – a missão de Jesus.  Para cada ponto Dom Dario fez uma reflexão:

1. “Meus irmãos presbíteros, hoje aqui reunidos na Catedral da Arquidiocese de Vitória somos convidados a entoar alegremente: ‘Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor’”.

2. “Assim sendo, meus irmãos, reconheçamos a exemplo do Profeta Isaías, que também nós fomos selados em nosso batismo pela unção do Espirito Sando, formados aos pés do Mestre e consagrados na unção que recebemos no dia da nossa Ordenação Sacerdotal”.

3. “Que por estes Santos Óleos, a nossa Igreja Particular, seja portadora da graça de Deus a todos os que buscarem nela o conforto para suas vidas”.

4. “A nossa missão tem como fonte a nossa união íntima com Cristo, Bom Pastor, aos pés do qual fomos formados e do qual recebemos a unção no dia da nossa Ordenação sacerdotal. Diante de nós se encontram os apelos de tantos irmãos e irmãs nossos, de suas vozes que clamam por justiça e esperam a manifestação de novos céus e nova terra, da nossa Casa Comum, onde todos têm lugar”.

DSC04092 DSC04064

COMENTÁRIOS