buscar
por

Fazer a diferença. Artigo de Maria Clara Bingemer

A tentativa de desconstrução da imagem de líderes como são considerados o ambientalista Chico Mendes e  a irmã Dorothy Stang  – religiosa católica assassinada enquanto ia a uma reunião com a Bíblia na mão -  por quem não os conhece, ou por quem quer desmerecer a luta dessas pessoas, é o eixo de reflexão do artigo da teóloga e professora Maria Clara Bingemer.

“À pergunta do ministro sobre que diferença faz quem é Chico Mendes nesse momento, portanto, a resposta parece ser: faz toda a diferença. A história do Brasil seria outra se não houvesse Chico Mendes. O panorama da Amazônia brasileira seria muito mais frágil sem sua atuação corajosa e o movimento que criou.

Assim também, enquanto a Igreja Católica prepara o sínodo da Amazônia a ser realizado no Vaticano no próximo mês de outubro, o testemunho de Dorothy Stang e Chico Mendes faz toda a diferença. Por quê? Porque dão a carne e o sangue às palavras da encíclica Laudato Si, do Papa Francisco, que afirma ser a luta pela natureza e a criação inseparável da luta pela justiça e os direitos humanos.”

Boa reflexão.

 

COMENTÁRIOS