buscar
por

Esmola, oração e jejum são elementos essenciais para a conversão

O primeiro dia da Quaresma começou com a missa na Catedral de Vitória e a imposição das cinzas, “um sinal para nos lembrar que somos pó e ao voltaremos”, disse Dom Dario, Arcebispo, durante a homilia.

Antes de impor as cinzas acompanhado pelo vigário e pelo pároco da Catedral, padres Hadaleon e Renato Criste, o Diácono Paulo e alguns ministros, o Arcebispo esclareceu que as cinzas não são mágica e que o cristão deve viver a Quaresma em atitude de conversão. Dom Dario lembrou ainda os elementos essenciais para viver bem este Tempo de preparação para a Páscoa: dar esmola que é o exercício da caridade, da solidariedade e do compromisso. “Quem se compadece já deu o primeiro passo”; a oração, a maneira mais eficaz de estar em sintonia com Deus “sem rezar não há conversão, mas às vezes a oração é apenas uma representação social”; o jejum, que sem  conversão é masoquismo.

Ao final da Celebração, padre Renato convidou para a Via-Sacra que vai acontecer toda a sexta feira da Quaresma após a missa das 18h e para a Campanha da Fraternidade, “uma convocação da Igreja do Brasil para a vivência quaresmal, no dizer de Dom Dario”.

Como sugestão o Arcebispo deixou a leitura do capítulo 58 do Livro do Profeta Isaías que vai nos ajudar na preparação da Páscoa e esclarecer o tema da Campanha, Fraternidade e Políticas Públicas.

COMENTÁRIOS