buscar
por

Eleições no Brasil e religião. Artigo de Maria Clara Bingemer

A teóloga Maria Clara Bingemer faz uma reflexão sobre a perplexidade que as eleições 2018 causaram, em especial sobre o protagonismo da religião no resultado do pleito, com o uso descabido de passagens bíblicas para legitimar a fala de muitos candidatos.

“É a Bíblia a serviço do discurso eleitoral e não o contrário. É a Palavra de Deus utilizada como apoio para afirmações e declarações que andam distantes daquilo que as Escrituras apresentam como sendo o permanente diálogo de amor e vida em plenitude do Deus da Aliança e da Promessa com seu povo.

Nessas declarações encontram-se incitações à violência e promessas de armar a população e militarizar as escolas. Ouvem-se afirmações discriminatórias em relação a vários segmentos da população: merecem destaque os negros, as mulheres e os LGBT. Fala-se com desprezo dos direitos humanos e das conquistas duramente conseguidas pela humanidade e concretamente pelos brasileiros ao longo de décadas. Direitos laborais, políticos e sociais são definidos como males a extirpar.”

Leia o texto e faça também uma reflexão.

COMENTÁRIOS