buscar
por

Campanha da Fraternidade foi apresentada aos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário

Na tarde de hoje, Dom Dario Campos, Arcebispo de Vitória, encontrou-se com membros dos Três Poderes (Legislativo, Executivo e Judiciário). Entre os presentes estavam o Governador do Estado, o Prefeito de Vitória e Cariacica, a Presidente do Tribunal do Trabalho, Deputados e Secretários para falar sobre o tema da Campanha da fraternidade que este ano é Fraternidade e Políticas Públicas e o lema Sereis libertados pelo direito e pela justiça, um versículo do livro do profeta Isaías (   .

Após as boas-vindas aos presentes que responderam ao convite e uma motivação feita por padre Renato Criste, Coordenador de Pastoral, Dom Dario passou a coordenar o encontro agradecendo as presenças e fazendo uma pontuação significativa quando referiu que a primeira Campanha da Fraternidade oficial aconteceu em 1964 dizendo que a data fala por si mesma (alusão à ditadura militar). Depois num breve discurso o Arcebispo disse que “fazer justiça significa fazer valer o direito de cada pessoa”. Após a exposição Dom Dario entregou ao Governador uma carta com recomendações a serem para que o Governo as contemple ao implementar Políticas Públicas. A mesma, após a leitura feita por padre Renato Criste, foi entregue a todos os presentes. Leia a carta na íntegra aqui.

O Governador Renato Casagrande falou sobre os assassinatos em Suzano e acentuou a necessidade de nos empenharmos na construção da cultura de paz. Elogiou a Igreja pela escolha do tema da Campanha e afirmou “minha presença aqui é para que possamos caminhar juntos”.

A Desembargadora Ana Paula Tauceda, iniciou dizendo que o Poder Judiciário não faz e não executa leis, mas é lá que no Tribunal do Trabalho que o não cumprimento das leis vai parar e disse ainda que “este Tribunal é o lugar onde se faz justiça pelo aspecto cristão, pois ali sentam juntos e se olham cara a cara patrão e empregado”. A Dra. Ana Paula terminou dizendo: “Estamos juntos na luta cristã e pela cidadania”.

O deputado estadual, Sergio Majeski parabenizou pelo evento e levantou mais uma vez a bandeira da educação, como o ponto principal para qualquer mudança e melhoria.

O Prefeito de Vitória, Luciano Rezende expôs sua preocupação com ‘o senso comum’ da política e disse: “quem lidera tem a obrigação de enfrentar o senso comum. A CNBB acertou na mosca ao propor este tema para a Campanha, quando eu soube me emocionei. A Prefeitura de Vitória naquilo que for possível vai estar de mãos dadas com a Igreja e com os Poderes”.

Por último, o deputado federal Helder Salomão parabenizou pela iniciativa e por a Igreja os ter chamado. Criticou o Governo Federal dizendo que não tem apreço pela vida e criticou as medidas tomadas sobre leis trabalhistas. Helder retomou a frase dita pelo Prefeito Luciano Rezende e disse que o senso comum está prevalecendo também em nossas lideranças e em nossas comunidades.

Dom Dario agradeceu a todos, entregou algumas propostas como sugestão de Políticas Públicas e terminou o encontro com a frase que já marca suas manifestações: Paz e Bem!

COMENTÁRIOS