buscar
por

Bala perdida tem remetente. Artigo de Pe. Xavier

As vítimas da violência tem rostos, nomes e histórias, e se muitos tem suas vidas tiradas por disparos de balas perdidas é porque alguém acionou o gatilho, alguém gerou esta violência e é necessário que sejam responsabilizados. O artigo do Pe. Xavier nos chama a esta reflexão, nos mostrando que não existe bala perdida, mas sim a impunidade.

“Não existe bala perdida. Toda bala tem remetente. Se ela anda solta por aí é porque alguém a colocou na arma e puxou o gatilho. Um revólver pode até disparar de maneira acidental, mas alguém deve manuseá-lo. Dar nome e rosto aos autores dos disparos é um passo indispensável para acabar com a impunidade.”

Boa reflexão.

COMENTÁRIOS