buscar
por

A paz é dever de todos

A imagem de Nossa Senhora da Penha foi levada em romaria pelos militares até o Campinho do Convento no quinto dia do Oitavário, durante a tarde ensolarada desta quinta-feira. As sombrinhas que ontem coloriram o campinho protegendo os fieis da chuva fina, hoje foram abertas pelos fieis da área da Serra e Fundão para protegê-los do sol forte. A Missa foi presidida pelo padre Jones Teixeira, da Paróquia Nossa Senhora da Penha, em Jardim Limoeiro.

A homilia realizada pelo padre  Fernando Souza da Paróquia São Francisco de Assis, em Laranjeiras, nos lembra que o texto do Evangelho Segundo Lucas de hoje, nos convida a proclamar a ressurreição de Jesus e também a promover em nós a ressurreição para a vida nova.

“Vida plena no Ressuscitado, eis a vocação de todo batizado! Jesus aparece no meio dos apóstolos e diz:  A paz esteja convosco. O Cristo ressuscitado deseja a todos a paz que vem de Deus. É justamente essa paz que nós capixabas tanto necessitamos. Interceda por nós, oh Mãe da Penha”, pediu.

Pe. Fernando seguiu afirmando que como cristãos precisamos ser os primeiros promotores da paz, pois a responsabilidade de promover a paz na sociedade é missão de cada batizado que se coloca como discípulo de Jesus. Também é direito de todo cristão, de todo cidadão cobrar das autoridades competentes a paz em nossa sociedade. Portanto, a paz é dever de todos.

Continuando sua reflexão, pe. Fernando coloca que a pergunta que Jesus fez aos discípulos quando apareceu para eles depois de ressuscitado foi; Por que estais preocupados e por que tendes dúvidas no coração?

“A pergunta pode ser feita a cada um de nós. Será que nós ainda temos dúvida em nosso coração sobre a ressurreição de Jesus e sobre sua presença em nosso meio? Será que nós ainda colocamos em questão a intervenção de Deus na vida de cada um de nós. Não cabe a dúvida meus irmãos. Realmente Cristo ressuscitou  e está no meio de nós como esteve com a comunidade apostólica”, afirmou.

Finalizando, pe. Fernando lembrou que Jesus se entregou por nós. “Ele se entregou, se doou na cruz por todos nós a fim de que a salvação nos alcançasse. Louvado seja Deus pelo sim de Jesus. Louvado seja Deus também porque nos deu a missão de evangelizar. Que a Virgem da Penha, Senhora das Alegrias, ao apontar o caminho do seu filho nos ajude nessa caminhada para Deus”, concluiu.

Ao final, pe. Fernando convidou a todos para  voltar os olhos para a imagem de Maria e pedir sua interceção em todos os momentos de nossas vidas. Em seguida entoou o hino à Nossa Senhora da Penha: Virgem da Penha, minha alegria, senhora nossa, Ave Maria.

A jovem Maria Eduarda Lima dos Santos subiu o Convento da Penha com um buquê de rosas brancas para oferecer à Nossa Senhora da Penha. Sua mãe, Maria Sales, que recorreu a Ela quando a menina teve um problema de saúde que a fez perder quase todo o cabelo. Nenhum médico conseguia descobrir o que estava causando o problema.

“Pedi uma orientação a Ela e a resposta veio rápido. Dias depois um médico conhecido nosso fez o diagnóstico e receitou a medicação.  O problema de saúde dela foi resolvido e hoje viemos agradecer a graça”, contou.

serrafundao (2)

A pedagoga Maria da Penha Tresena Silva conta que sua devoção à Nossa Senhora foi herdada do pai, que adoentado depois de ter muitos filhos com a esposa, se viu em uma situação difícil e pediu a graça da cura à Nossa Senhora da Penha. A graça foi alcançada e logo depois nasceu Maria da Penha, que recebeu do pai o nome da santa como homenagem e agradecimento.

“Por causa dele me tornei devota de Nossa Senhora da Penha e agora que aposentei posso vir participar de todos os dias do Oitavário. Fico muito emocionada aqui e me lembro muito do meu pai”, contou.

serrafundao (24)

COMENTÁRIOS