buscar
por

A Esterilidade da Violência, artigo de Maria Clara Bingemer

A declaração de dois líderes mundiais que tem em seu poder armas nucleares capazes de destruir a humanidade e que trocaram ameaças nos primeiros dias do ano, inspirou a teóloga Maria Clara Bingemer a escrever um artigo abordando o quão estéril e devastadora são as guerras, as armas nucleares e a violência.

O artigo resgata a mensagem do Papa Francisco ao partilhar cartões  de início do ano quando dirigiu-se ao mundo todo para falar sobre a dor das guerras e a destruição que elas representam para o futuro, com, por exemplo uma imagem impressionante de um menino de uns nove, dez anos, carregando às costas o cadáver do irmão menor. A foto foi tomada pelo fotógrafo Joseph Roger O´Donnell, após o bombardeio atômico em Nagasaki.

 

Boa reflexão.

7180_4872

 

COMENTÁRIOS